domingo, 18 de janeiro de 2009

Elvas

Elvas é uma cidade portuguesa no Distrito de Portalegre, região Alentejo e sub-região do Alto Alentejo. Os Godos e os Celtas terão sido os primeiros povoadores desta autentica "cidade-fortaleza", que hoje se estende para além das suas muralhas em forma de estrela. Ás portas de Espanha, distando a apenas 10 quilómetros de Badajoz, Elvas é a mais importante praça-forte da fronteira portuguesa, tendo sido por isso cognominada "Rainha da Fronteira". Os Romanos deram-lhe o nome “Helvas” e por cá andaram até ao ano de 714, altura em que os Árabes a dominaram, deixando tantas marcas da sua presença, que algumas ainda perduram até aos nossos dias.



Aqueduto das Amoreiras, Dezembro de 2008


Amoreiras, Elvas


Amoreiras, Elvas


Elvas, Dezembro de 2008


Fortificações, Elvas


Flora em Elvas


Elvas, Dezembro de 2008


Panorâmica sobre Elvas


Forte de Santa Luzia, Elvas

As Migas e os Pintainhos!




Patinhos na coordenada certa!





Erguido na zona das linhas, no alto de um monte em posição dominante sobre a povoação, o Castelo de Elvas integra um impressionante conjunto defensivo erguido ao longo dos séculos. Actualmente é considerado como um dos melhores exemplos da evolução histórica da arquitectura militar no país. O Forte de Santa Luzia, em formato de polígono estrelado, remonta ao contexto da Guerra da Restauração da independência portuguesa. Juntamente com as demais fortificações do seu sistema defensivo, durante a batalha das Linhas de Elvas resistiu com sucesso ao pesado sítio que lhe foi imposto pelo exército espanhol. O Aqueduto da Amoreira, edificado para fazer face ao crescimento da população e possibilitar o abastecimento de água, liga o local da Amoreira à cidade de Elvas. Tem 843 arcos com mais de cinco arcadas e torres de 31 m de altura. Está classificado pelo IPPAR como Monumento Nacional desde 1910.





Elvas appartient au District de Portalegre et se situe dans la région de Haut-Alentejo. Cette ville-forteresse, aux portes de l’Espagne, est l’une des plus importantes places fortes de la frontière portugaise. Successivement dominée par les romains puis par les Arabes, on y trouve aujourd’hui encore leurs fortes influences architectoniques.

4 comentários:

Mike disse...

O Pato está sempre na coordenada correcta, por isso comigo, a patada vem sempre atrás!!! ;)
bjs

Cristina disse...

Il fait aussi froid qu'en Belgique, chez vous!!!
Gros bisous, mes amis.

Cristina disse...

gros bisous,mes amis.
vivement de vous revoir!

irlandkyle disse...

Un endroit qui semble bien sympathique sans aucun doute.
J'aima beaucoup la photo de l'aqueduc. Ce sont des constructions qui m'ont toujours impressionnées.